terça-feira, 17 de agosto de 2010

Lançamento: O Livro de Eli (2010)


 Bang Bang do Apocalipse

   Eu queria chegar pros camaradas Denzel Washington e Gary Oldman e dizer: "Caras, eu amo vocês! Até mesmo nos filmes mais merda, vocês foram fantásticos!". Porra, esses dois são muito bons! "O Livro de Eli" é um filme futurista, apocalíptico, religioso, de textura envelhecida e carregado de referências aos clássicos do Western dos anos 60 e 70. Esses ingredientes resultam em uma diversão curiosa, violenta e, apesar de esquecível, boa enquanto dura.

   Bem-vindos à mente perturbada de Eli (Denzel Washington), um sujeito tão mal encarado que, mesmo se você for vesgo e obrigatoriamente tiver que olhar torto, toma porrada na fuça. Ele vaga prá lá e prá cá em um território devastado há mais de 30 anos, um dia chamado de Nova York. Aliás, coitada de Nova York, né? Já foi destruída por dinossauros, ETs, godzillas, monstros de marshmallow, minhocões, terroristas (até na vida real!), homens de areia, lex luthors... Isso sem falar das centenas de dilúvios, terremotos, furacões, enchentes, vulcões (!!!) e outros desastres naturais e sobrenaturais que ninguém sabe de onde aparecem. Enfim, Eli carrega consigo a última cópia da Bíblia, um item valioso de sabedoria e salvação para todos os desiludidos da era pós-apocalíptica, mas que pode servir como uma arma de ganância nas mãos do malucão Carnegie (Gary Oldman), um sujeito mal amado cujo sonho é se aproveitar da ignorância das pessoas para fazer a cabeça delas com as palavras de Deus, construir cidades e ficar milionário da forma mais rápida possível.

   O que mais chama a atenção em "O Livro de Eli" é seu visual maravilhoso, que irá cativar qualquer apaixonado por filmes sobre apocalipse. Em certos momentos, lembra o clássico "Mad Max" (1979), mas talvez por causa das roupas usadas pela maioria dos vilões de estrada. É violento e movimentado, sem maiores frescuras. O filme é dirigido pelos irmãos gêmeos Allen e Albert Hughes, jovens talentosos que já nos presentearam com o ótimo "Do Inferno" (2001), com Johnny Depp e Heather Graham. Apesar de toda a ação, "O Livro de Eli" consegue criar terreno para discussões acerca religião, em como ela pode ser usada tanto para o bem das pessoas quanto para o mal, quando usado por pessoas de má fé.

NOTA: Bom


Por Adolfo Ifanger
www.viagemacores.com

3 comentários:

  1. nun é pizza mais deve ser massa!!
    rsrs

    ResponderExcluir
  2. Nos ajude a construir um blog de todos!
    Por favor não encare esta mensagem como spam, sou leitor do seu blog e pensei em te convidar para conhecer o meu.

    Bom dia! Meu nome é Antoani e faço parte da equipe do blog Link Premiado.

    Já a algum tempo acompanho seu blog e vejo seus posts, como contribuição importante a blogosfera brasileira.

    Lançamos a pouco o blog Link Premiado, um blog de todos e para todos e gostaríamos de convidá-lo para incluir seus excelentes artigos, no nosso blog (que esperamos que considere seu também).

    O Link Premiado é um blog colaborativo que têm como objetivo primordial o sucesso do blogueiro brasileiro, somos todos iguais independente do nosso Page Rank ou pageviews.

    Por favor nos dê a honra de publicar seus artigos no http://www.linkpremiado.com.br/ no menu “Envie seu Link” temos diversas categorias para que possa compartilhar sua valiosa experiência com outros blogueiros.
    Suas sugestões e dicas serão muito bem vindas também.

    Oferecemos prêmios, dentre eles R$ 500,00 para o post mais votado.

    Sua contribuição é muito importante para nós.

    Atenciosamente.

    Antoani/Equipe Link Premiado

    ResponderExcluir
  3. cara que decepcao foi esse filme. nao esperaria nunca um filme ruim do o Denzel mais esse foi. a atuacao dele e realmente muito boa. a fotografia do filme tambem com esse ar de velho oeste como voce mesmo falou. outra coisa otima sao os oculos do filme kk os oculos escuros que a maioria dos personagens usam, um mais bonito que o outro.

    ResponderExcluir

Copyright © 2017 Pronto, usei!