Tetorial - Humor Negro

Boa tarde, pinocholos.. No texto de hoje fugirei um pouco do tema relacionamentos e assuntos de homens x mulheres para expor minha opiniã...

Boa tarde, pinocholos..
No texto de hoje fugirei um pouco do tema relacionamentos e assuntos de homens x mulheres para expor minha opinião sobre um assunto delicado e polêmico: humor negro.
Tradução feita pelo site Cyanide e Happiness traduzidos
Recentemente eu compartilhei um post da página Humor Negro, do Facebook, e isso gerou uma briga enorme nos comentários. Claramente fiquei chateado, pois tudo não passa de humor, e é ter discernimento e bom senso para separar machismo/racismo/violência e humor. Recentemente vi uma entrevista do Danilo Gentili onde ele defendia o "politicamente incorreto" e os argumentos que ele usou, na minha opinião, são irrefutáveis mas, como eu disse, na minha opinião. O mais marcante deles é quando ele diz "quando você ri de uma piada de loira, de português ou de bicha, você perde o direito de reclamar do humor quando dói em você" ( ou algo parecido ). Antes de rir das desgraças dos outros, temos que rir das nossas. Eu dou risada das minhas, faço piadas, comentários, e tenho a consciência limpa para rir de qualquer coisa. E sim, dou risada de TODAS as coisas ruins que acontecem comigo, é só questão de separar quando é piada e quando é sério. Quando eu não acho engraçado eu não dou risada, simplesmente.
Tradução feita pelo site Cyanide e Happiness traduzidos
Quando acho graça nas piadas de humor negro, não significa que sou negligente em relação aos problemas sociais. Sei muito bem e conheço várias pessoas que enquadram nas "minorias" e todas elas são de boa com  a vida, principalmente porque quando elas se sentem ofendidas não vão reclamar no Facebook e, sim, fazem questão de provar que os outros estão errados mostrando sua capacidade.
É hora de parar com esse falso moralismo e hipocrisia que está nos cercando. Raul Seixas que me permita usá-lo "Se é assim, baseado em quê, você pune quem não é você?". Vamos parar de julgar os outros sem antes conhecê-los. Vamos parar de reclamar sem fazer nada, de nos fazermos de vítimas. É hora de abrir a cabeça e crescer pra vida, fazer algo útil, fazer valer sua experiência nesse planeta. Se você é feminista, antes de apoiar uma mulher no poder, veja se suas propostas são boas, se não for, seja você lutando pelo poder. Se você tem problema com a cor de sua pele, mostre o porquê dos outros estarem errados. Seja o melhor e pare de desrespeitar quem está ao seu lado.
Tradução feita pelo site Cyanide e Happiness traduzidos
Devemos todos nos lembrar de algo: toda piada tem um alvo. Toda. É seu direito achar ruim e reclamar, mas também é o meu direito rir e mostrar pros outros. Antes de querer encher o saco da sociedade, conheça seus integrantes. Pare pra pensar. E seja leal a você mesmo.



Por Teto Vieira

Veja também

0 pronto, falei!