DIY - Customizando Cervo em MDF

Sempre víamos na internet essas peças que imitavam taxidermia e ficamos loucas para ter as nossas, já que combinava demais com o tipo ...

Sempre víamos na internet essas peças que imitavam taxidermia e ficamos loucas para ter as nossas, já que combinava demais com o tipo de decoração que adoramos. Então resolvemos comprar um cru mesmo, de MDF, porque sai bem mais barato, pra depois customizar e deixar com a nossa cara. 

 O tutorial de hoje é uma novela. Tivemos de testar alguns materiais, sofrer muito, destruir algumas peças, até entender qual era o problema. A primeira ideia que tivemos foi revestir com tecido (quem acompanha nossos tutoriais, sabe que somos fãs número 1 do revestimento com tecido). Deu um trabalho danado e ficou lindo, mas hora de montar: caca da brava. Ficou muito grosso e as peças não encaixavam. Plano B: revestir com papel de presente, com uma estampa bem bonita e pintar outras partes com tinta para artesanato. O resultado ficou maravilhoso, mas o problema se manteve na hora de encaixar, e tivemos de ser persistentes. 
No fim das contas descobrimos que o defeito não estava nos nossos artesanatos, e sim, na peça que encomendamos. Apesar de ter vindo com defeito, nós já havíamos comprado outras peças deste vendedor (que encontramos no Mercado Livre e quem quiser a recomendação é só falar com a gente) e sempre veio muito certo. Desta vez foi um golpe do azar. A única coisa que você precisa lembrar é pedir para as peças  virem desmontadas, porque depois de coladas, não tem muito jeito pra customizar.
O passo a passo de hoje é bem simples, mas garantimos que o trabalho é grande. A primeira coisa a se fazer é escolher quais peça vai querer pintar e quais vai revestir em papel (1). Indicamos que é melhor pintar primeiro, assim a tinta já começa a secar. Depois de pintar, é hora de medir os papéis em cada peça de MDF, lembrando que é necessário fazer para a frente e o verso. Depois de colar, é hora de colocar o estilete pra trabalhar, retirando as rebarbas (2). Por último, é a hora de montar (3). Só não esqueça de arrumar uma maneira de sinalizar a ordem das peças, no nosso caso utilizamos uma fita crepe com a numeração. Uma última dica é impermeabilizar o papel com termolina leitosa ou com cola mesmo, para não sujar e juntar poeira.

Está certo que ele cru já era bem bonito, mas o revestimento deu um toque muito especial <3

Sandy e Helen Quintans
@prontousei

Veja também

0 pronto, falei!