Joana leu: Despedida de solteira, de Mila Wander

Despedida de solteira Mila Wander editora Literata 420 páginas "Amande estava com tudo pronto para seu casamento: buffet co...

Despedida de solteira
Mila Wander
editora Literata
420 páginas
"Amande estava com tudo pronto para seu casamento: buffet completo, salão de festa, garçons, fotógrafos, igreja, iluminação, filmagem, cerimonial, decoração, vestidos... ela tinha absolutamente tudo sob controle. Ou melhor, quase tudo: sequer havia cogitado uma despedida de solteira! Guiada por suas melhores amigas - e madrinhas -, Amande descobrirá que nem tudo acontece como o planejado. Caleb, garoto de programa pronto para mais um trabalho, proporcionar diversão e entretenimento na despedida de solteira de Amande, também descobre que o que era para ser um simples serviço, poderá mudar sua vida para sempre."

Isso sim é um bom livro hot! Cheio de cenas sensuais, capazes de mexer com os sentimentos das leitoras, sem ser vulgar.

Imaginem uma mulher toda certinha, com a vida bem organizada, cheia de manias e que só teve um namorado a vida toda. Essa é Amande, que está prestes a se casar com João Pedro, mas nunca dormiu uma noite inteira na mesma cama que ele, apesar de já estarem juntos há nove anos. É que uma de suas incuráveis manias é não conseguir dividir a cama com ninguém.

Suas amigas serão suas damas de honra e já sabem da necessidade de Amande de controlar tudo e fazer as coisas do seu jeito, por isso, aceitam as escolhas da amiga, que envolvem até os vestidos que irão usar na cerimônia. Uma dessas meninas organiza uma despedida de solteira para Amande, assim, de surpresa, o que faz com que a amiga relute um pouco em participar, mas, apoiada pelo noivo, ela acaba cedendo e vai.

O plano é passar um final de semana numa casa maravilhosa, de frente para o mar, afastada da civilização, onde ficarão a vontade e poderão descansar e se preparar para o casamento. Ao chegarem a esse paraíso, Amande descobre que serão paparicadas por homens maravilhosos durante toda sua estadia. Contratados como um serviço de buffet, os rapazes logo se colocam à disposição para realizar qualquer desejo das meninas.

Para Amande é inconcebível que qualquer uma delas acabe se envolvendo com os garotos, mas cada uma delas escolhe um par para passar todos os dias fazendo suas vontades. Ela fica com Caleb, que desde o primeiro momento chamou sua atenção, com seus olhos muito azuis e seu sorriso safado.



Aos poucos ela vai aceitando ser paparicada por Caleb, que se oferece até para arrumar sua gaveta de roupas e a surpreende com sua organização. Aliás, ponto para ele, que ganhou a confiança de Amande por ser parecido com ela nesse quesito.

Ela vai se rendendo aos encantos de Caleb, e se derretendo a cada sorriso torto que ele dá - e, cá entre nós, quem não se renderia? O rapaz é lindo, inteligente, organizado, gentil, carinhoso e atencioso, alem de possui um humor refinado e olhos maravilhosos.

O casal protagoniza cenas muito quentes ao longo da narrativa, que incluem massagem sensual e um tubo de leite condensado (imaginem o que quiserem!). E Amande, de repente, não sabe mais se ama seu noivo a ponto de levar o casamento adiante. Na semana que falta para a cerimônia ela entre num conflito consigo mesma, sentindo falta de Caleb mas não querendo desapontar João Pedro às vésperas do dia mais importante de sua vida.

Para saber como ela resolve essa dúvida cruel, vocês vão ter que ler o livro e acompanhar todo o sofrimento de Amande, e de quebra conhecer o lindo Caleb. Tenho certeza que todas as mulheres ficam apaixonadas por seu sorriso torto. Aliás, quando fui pesquisar sobre o livro, descobri que a autora se inspirou em Ian Somerhalder para criar Caleb, e o interessante é que eu, sem saber de nada, já imaginava o personagem com a cara do Damon de "The vampire diaries", rs.

O livro é cheio de momentos quentes entre os personagens principais, e Caleb com certeza é o sonho de qualquer mulher. Além de todas as qualidades que já enumerei, ele também cozinha otimamente, gosta de animais e sabe cantar (pena que ele goste das músicas da Paula Fernandes... blahh mas ninguém é perfeito).

Os personagens secundários também são bem construídos e a narrativa é muito bem estruturada: as cenas de sexo não estão ali apenas para enquadrar o romance no gênero hot, mas todas têm um propósito dentro da estória, e isso deixa o livro muito mais interessante. Além disso, esses momentos hot não são de forma alguma vulgares ou exagerados, mas sim, delicados e de muito bom gosto.

Esse é um chick-lit de respeito: com uma boa estória, romance, conflitos pessoais, sexo na medida certa e um final muito emocionante. E o melhor, é de uma escritora brasileira. Difícil ler e não se envolver com os personagens; em muitos momentos minha vontade era dizer umas verdades para Amande, e em outras, eu queria mesmo era sequestrar o Caleb e mantê-lo em cárcere privado ;)

Leitura super indicada para quem gosta do gênero, e um convite para quem ainda não gosta. Vale a pena conhecer Caleb.

Joana Masen
@joana_masen

Veja também

0 pronto, falei!