Especial de Fim de Ano do P! - Os livros do nosso ano

Assim como o cinema, a literatura é uma das nossas paixões. Mesmo com toda a correria que é a nossa vida, sempre damos um jeitinho de ler u...

Assim como o cinema, a literatura é uma das nossas paixões. Mesmo com toda a correria que é a nossa vida, sempre damos um jeitinho de ler uma coisa ou outra, ainda que seja algo acadêmico. Reunimos os cinco livros mais legais que cada uma leu durante 2014 pra compartilhar com vocês. Vem ver:

Helen


O Diário Secreto de Laura Palmer (Mark Frost) - Resolvi rever Twin Peaks e tive a ideia de ler o livro enquanto assistia a série. Foi uma experiência bem interessante. O livro é exatamente o que diz o título. Em seu diário, Laura Palmer conta seus anseios, medos, fantasias e revela sua face oculta. É um tanto perturbador. A combinação livro+série me rendeu alguns pesadelos.

Cem Sonetos de Amor (Pablo Neruda) - Pablo Neruda me acompanhou durante várias madrugadas de insônia.
"Saberás que não te amo pois que de dois modos é a vida, a palavra é uma asa do silêncio, o fogo tem sua metade de frio (...) O meu amor tem duas vidas para amar-te. Por isso te amo quando não te amo e por isso te amo quando te amo."


A Sabedoria do Condado (Noble Smith) - Acho que se é pra ler um livro de auto-ajuda que seja divertido. Esse guia explora assuntos importantes para os hobbits, como cerveja, comida, amizade e mostra que uma toca-hobbit é, na verdade, um estado de espírito.


O Pequeno Príncipe (Antoine de Saint-Exupéry) -  Já li 700 mil vezes, mas o garotinho de cabelos dourados sempre me acalma quando estou com o espírito agitado. Esse livro me fez companhia em várias noites que passei em claro.

A Bíblia Sagrada - Isso mesmo, a Bíblia! Esse ano li bastante esse livro sagrado, não em busca de respostas, mas por interesse mesmo. Embora a linguagem seja complicada e cansativa, mergulhei nas histórias de vários personagens do Velho Testamento.

Sandy


Só Garotos (Patti Smith) - Demorei um bom tempo pra ler o livro que foi lançado em 2008 e não sabia muita coisa sobre a vida pessoal de Patti. Aqui, Patti conta sobre seus primeiros dias em Nova York, em que ela não tinha absolutamente nada, nenhum lugar pra ficar, nenhum conhecido. Apenas uma convicção, a de que ela nasceu pra viver da arte, e uma nova amizade, Robert Mapplethorpe. O livro gira em torno da relação dela com Robert, que mais tarde se tornaria um dos fotógrafos mais famosos e ela uma artista reconhecida em todo o mundo. Eles viviam no lendário  Hotel Chelsea, conviviam com pessoas como Janis Joplin e Jimi Hendrix e sonhavam entrar para o circulo de Andy Warhol Mas eles não passavam de garotos, que alimentavam a relação mais sincera com a arte, apenas pela própria arte, e não pela fama.


Eleanor & Park (Rainbow Rowell- Esse livro conquistou o coração de quase todo mundo e quando lançou no Brasil não pude deixar de ler. Também fiquei apaixonada por uma história que é feliz e triste ao mesmo tempo e sobre pessoas que se encontra. 


Maria Antonieta (Stefan Zweig- Sou uma grande fã de biografias e esta é uma das mais lindas que eu já li. Além de ser bastante detalhada, o leitor consegue mergulhar na vida da realeza francesa. Foi também por aqui que comecei a escrever o Cinematura, vocês lembram? 


1968 (Zuenir Ventura- Fui atrás deste livro por causa da faculdade e acabei me deparando com um relato muito interessante de um ano que pegou fogo no Brasil e no mundo. Vale a pena a leitura pelo fato histórico da ditadura, mas também pela forma como é contada. 


Pequena Abelha (Chris Cleave- É uma história emocionante de alguém que não tem nada além de uma história muito triste. Assim como a sinopse conta, é melhor a gente não saber de detalhes antes de ler. Mas garanto, o livro é lindo do começo ao fim. 


Pronto, usei!
@prontousei

Veja também

0 pronto, falei!