6 motivos pra você pensar em ter um e-reader

Essa semana lá no trabalho convenci um colega a aderir a um e-reader. Ele tinha ficado tão encantado com o meu a hora que bateu os olhos ne...

Essa semana lá no trabalho convenci um colega a aderir a um e-reader. Ele tinha ficado tão encantado com o meu a hora que bateu os olhos nele, que me ocorreu que esse item não é tão popular por aqui, porque as pessoas não conhecem muito. Já vai fazer uns dois anos que aderi a leitura de e-books e tenho que dizer que muita coisa mudou por aqui. 



1. Leio muito mais - Depois que comprei o meu e-reader, comecei a realmente retomar os meus hábitos de leitura. Por ser fácil e acessível (e por todos os itens abaixo), ler ficou mais simples dentro da minha rotina corrida. 

2. É como papel - Essa é a parte que mais impressiona quem vê o meu e-reader pela primeira vez. É igual a um papel, ele imita a aparência, a luminosidade e tudo mais, só que sem ter carregar peso ou amassá-lo em sua bolsa.

3. É leve - Como eu disse no item anterior, ele é muito leve e é como não carregar um item a mais na bolsa. Quando se pega ônibus cheio todos os dias, esse é um fator de grande importância. Além do mais, te permite carregar para muito mais lugares que antes. Então quando estiver naquela fila chata, tem sempre uma coisa nova pra se distrair. 

4. Econômico - Um e-reader é algo acessível economicamente falando. O modelo que comprei é bem barato e tem todas as funções que preciso, não é necessário nada muito sofisticado para ter uma boa experiência. É apenas necessário ser funcional, com bateria durável, capacidade de armazenamento e configurações básicas de formatação. E isso todos possuem. 

5. Não é tablet - Quando coloquei na cabeça que precisava de um e-reader passei pelo debate do tablet, já que também dá pra ler em um. Pra quem tá com a grana apertada e realmente precisa, talvez seja melhor comprar o tablet. Mas no meu caso, eu não queria distrações, queria apenas mergulhar naquela leitura, como eu faria com um livro. Um e-reader é muito mais em conta e um tablet é algo parecido com ler em um computador, cansativo. 

6. Você não perde o amor pelos livros físicos  - Um argumento recorrente de quem não quer aderir ao e-reader é o de que ama demais os livros, para larga-los para trás. Eu não parei de ler livros físicos, pelo contrário, reveso um de cada vez. Continuo amando carregar um livro, virar as páginas, sentir o cheiro da impressão, ver os detalhes da edição. Mas a pergunta que te faço é: você realmente precisa ter todos os livros que lê? Nem tudo a gente precisa ter, alguns são livros só legais, que depois dá pra viver sem edição física, deixando espaço na sua estante. 

E um contra:  

E-books são caros - Eu gosto muito de ler, mas meu orçamento é limitado para isso. Então achava que e-book seria uma opção barata para mim, quando na verdade grande parte tem o mesmo valor da edição física. E acho isso um absurdo, já que não houve custos de impressão e distribuição. Por outro lado, existem diversos e-book grátis (e não estou falando de pirataria), em lojas, distribuídos pelos autores ou em site de universidades, que é uma mão na roda para quem tá estudando. 

Sandy Quintans
@sandyquintans

Veja também

0 pronto, falei!