6 dicas preciosas para quem tem ou quer ter franja

Há pelo menos uns dez anos a minha franja é minha maior companheira e não imagino o universo sem ela. A Helen também é adepta há um tempão...

Há pelo menos uns dez anos a minha franja é minha maior companheira e não imagino o universo sem ela. A Helen também é adepta há um tempão. Nós já tivemos diversos comprimentos ao longo dos anos, e claro, isso varia de acordo com o corte que estamos usando. Como sempre ouvimos perguntas sobre isso, resolvemos elaborar uma listinha básica dos nossos cuidados para quem está pensando em aderir também. Lembre-se de que é tudo baseado apenas nas nossas experiências ☺

1. Tenha o secador como aliado



Independente do seu tipo de cabelo, dificilmente você vai poder deixar o secador de lado. E quanto mais curta for sua franja, mais ela vai tender a ser rebelde. Uma dica crucial é não deixar que ela seque naturalmente. Mesmo que você não costume usar o secador, acho que vale muita a pena dar uma secada básica pelo menos na franja. 

2. Aprenda a cortar a própria franja



Você foi ao cabeleireiro, aderiu a franja e amou. O problema é que pra manter, é necessário uma certa manutenção. Se você for como a maioria dos mortais, não vai ter dinheiro pra pagar salão de beleza toda semana, né? Por isso, é muito legal aprender a fazer a manutenção ou se tiver muita dificuldade, ter alguma amiga que possa fazer isso pra você. A Helen mesmo faz todos os cortes da franja dela em casa, pois muitos cabeleireiros não dão conta de deixar do jeitinho que ela gosta. 

3. Deixe o leave-in de lado



Infelizmente, os leave-ins que deixam o seu cabelo maravilhoso, não costumam dar um bom resultado para a franja. Acaba deixando o cabelo muito pesado e essa é uma parte do cabelo que precisa de balanço, movimento. Vamos deixar ele um pouco de lado nesta hora, tá bom?

4. Não corte na TPM



Saber cortar a própria franja é uma libertação. Mas um conselho de amiga: não faça isso na TPM, não. Nessa época do mês, tendemos a ficar mais insatisfeitas e pra desencadear uma crise de frustração não é muito difícil. Pense bem no seu humor na hora de inovar.

5. Encontre o seu comprimento



Meu lema é de que, quanto mais curta for a franja, melhor. Mas isso é meu gosto pessoal e por ter muiiiiito cabelo, não possa deixa-la tão curta quanto gostaria. Já a Helen, sempre se sente melhor com a franja bem curtinha, por ela ter menos cabelo. Teste os melhores comprimentos para o seu tipo de cabelo, e se não der certo, tenha o tic tac como aliado. 

6. Ar frio é vida



Lembra lá no começo que falamos sobre o secador? Outra dica que não vivemos sem, é que depois de secar com o ar quente, dar um jato de ar frio que vai trazer um brilho incrível pro cabelo. Na verdade, essa é uma dica que vale pro cabelo inteiro, mas achamos que na franja é onde dá maior diferença. 

Sandy Quintans
@sandyquintans

Veja também

1 pronto, falei!

  1. Sandy adorei o seuu post!! Tenho franja desde que me conheço por gente, e já usei até gel (¬¬) pra tentar dar uma controlada! Fui aprendendo com o tempo, mas hj em dia não tenho muita paciência pra ficar secando e tals, e aí resolvi deixar ela crescer, mas me sinto nua sem aquele cortezinho! Acho que tá chegando a hora de voltar as origens!

    ResponderExcluir